top of page
  • @pneumopedpaula

Dia Mundial sem Tabaco

Atualizado: 31 de jul. de 2020

O Dia Mundial sem Tabaco, 31 de maio, foi criado pela OMS, em 1987, para conscientizar a população sobre os males do tabagismo, o qual é uma das principais causas de mortes evitáveis no mundo.


O tabaco afeta tanto o fumante quanto quem não o faz, ditos fumantes passivos, como é o caso de crianças e adolescentes.


Os fetos de gestantes tabagistas também são prejudicados, podendo nascer prematuros, ter restrição de crescimento intrauterino, baixo peso ao nascer ou apresentar morte fetal (aborto) ou do recém-nascido.


Os jovens expostos ao tabagismo têm mais infecções respiratórias, como Bronquiolite nos bebês e exacerbação da Asma nas crianças maiores e adolescentes.


Na adolescência, o uso da nicotina pode ser a porta de entrada para outras drogas ilícitas.


O tabagismo é um problema de extrema preocupação pediátrica, uma vez que 70 a 80% dos jovens se tornam tabagistas antes dos 20 anos. A OMS, em sua campanha anual para conscientização sobre o tabaco, escolheu para 2020 o tema “Proteger os jovens da manipulação da indústria e prevenir o uso de tabaco e nicotina.”


O tabaco é uma droga e, após ser experimentado pelo jovem, pode torná-lo um dependente químico de nicotina. A experimentação tende a ser mais precoce em jovens que foram expostos ao tabagismo passivo. O exemplo começa em casa.

Diga não ao tabaco.


Fontes:


Associação Médica Brasileira (AMB)


Conselho Federal de Medicina (CFM)


Instituto Nacional do Câncer (INCA)


Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS)


Organização Mundial da Saúde (OMS)


Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)


Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT)



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page